30 de dezembro de 2015

Começando novo ano...

"Aproximava-se o Ano Novo.
Aquele homem, desiludido e desacorçoado frente às dificuldades da vida, busca orientações junto a um sábio:
Senhor, eu me encontro sem vontade de viver neste mundo de tantos horrores e desilusões. 
Espero dia após dia e nenhuma melhora acontece em minha vida.
Parece que o mundo está todo contra mim. Resolvi que se, nesse novo ano, nada mudar comigo, desistirei de viver...

O sábio o deixou desabafar para melhor conhecer seu interior. Depois se manifestou:
Meu filho, de fato, um novo ano representa nova chance, novo recomeço...
Deus é tão bom que nos permite oportunidades novas, em menores ou maiores escalas.
Todos sonhamos com mais facilidades para ascender na vida, mas ao mesmo tempo, nós mesmos criamos várias dificuldades.
Não esqueçamos que, quando o ano recomeça, recomeçam também as cobranças de antigas promessas, que não cumprimos. Por exemplo:

Se alguma ofensa nos dói na alma, isso nos indica que é hora de perdoar.
Se temos inimigos a nos espreitar com olhares de ódio, vamos aproveitar o novo ano, e nos reconciliar.
Se o desalento nos invade a mente, vamos realizar bem as nossas obrigações, e asserenar a consciência.
Se o trabalho não tem feito parte de nossas horas, vamos abraçar as obrigações, e semear a próxima colheita.
Se as indecisões nos prendem, é tempo de nos decidirmos pelo melhor.
Não esqueçamos que cada um de nós constrói o próprio destino.
As vicissitudes que nos assaltam, esperam nossas iniciativas para sua solução.
Deus nos permite tantas formas de vencermos nossos desafios. Basta que aproveitemos a nova chance para fazê-lo.
Embora os anos se renovem indefinidamente, nosso tempo na Terra é contado, não sabemos quando termina.

Nossa vontade portanto, deve ser direcionada na solução do problema que nos desafia.
Não há tempo para vacilos nem desânimos, a rotação do tempo se faz mais dinâmica, exigindo ações firmes e rápidas.
Quanto mais complicadas nossas questões, mais precisamos simplificar as nossas vidas.
Jamais desistir de viver. Sempre é tempo de novo recomeço.
Se queremos dar início a uma nova etapa, não esperemos por uma nova encarnação, basta o novo ano que começa.
* * *
Frente às dificuldades que a modernidade nos apresenta, sejamos mais práticos e objetivos.
Frente a árduo reinício, saibamos simplificar nossas vidas.
Dessa forma, teremos mais tempo para o que realmente importa.

Simplicidade em nossa maneira de ser, em nossas moradas, em tudo o que nos rodeia.
A vida traz em si tudo o de que realmente necessitamos. Somos nós que a complicamos.
Simplicidade é valor intrínseco da humildade, uma das maiores virtudes.
Oremos e vigiemos.
 Trabalhemos, no limite de nossas forças. 
Busquemos coroar nossos esforços, perseverando sempre.
Comecemos um novo ano, com disposição de nos enriquecermos espiritualmente e venceremos os desafios da vida."
Redação do Momento Espírita.
Em 30.12.2015.

20 de dezembro de 2015

Aceitação.. por Carlos Hilsdorf


"Há momentos na vida, onde tudo parece estar perfeito, maravilhoso, melhor que o sonhado. Muitos desses momentos têm continuidade e nos permitem experimentar esta sensação de alegria profunda e realização, outros não. Alguns desses momentos são subitamente interrompidos por causas inesperadas, fatos inusitados e circunstâncias inimagináveis.

Uma amiga acaba de perder o bebê aos dois meses de gestação. Somente as mães compreendem em profundidade a dor oriunda de uma situação como essa. Nós exercitamos a empatia e imaginamos o que significa, mas por mais que nos sensibilizemos não podemos experimentar a mesma dor.

É conhecida a frase: a dor é inevitável, o sofrimento opcional. Nessas circunstâncias não é bem assim; para uma mãe ou futura mamãe que perde um filho em gestação, o sofrimento não é opcional, é uma realidade inevitável.
 Nessas circunstâncias, a frase deve ser adaptada para:
 "a dor é inevitável, a forma de enfrentar o sofrimento é opcional!".

Há circunstâncias na vida onde não possuímos controle ou possibilidade de interferência ao ponto de mudar os resultados: resta-nos não como consolo, mas como atitude inteligente e digna o exercício da aceitação.

Dentro das principais opções que temos para enfrentar o sofrimento estão: o desespero, a raiva, a indiferença, a mágoa, a ira, a revolta, a depressão, a alienação e a aceitação. A única que não agrava nossos problemas e possui efeitos benéficos é a aceitação.

O exercício da aceitação é tanto mais fácil e possível quanto maior for o nosso grau de consciência, maturidade e espiritualização.

Aceitar é ser verdadeiramente humilde diante dos fatos inevitáveis e das circunstâncias imutáveis. A humildade nos faz reconhecer o limite das nossas possibilidades diante do universo ao nosso redor. Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser.

Diante dessas situações, seja forte. O mundo é dos fortes, diria uma sábia amiga se estivesse ao meu lado agora que escrevo este artigo. A verdadeira força reside nas capacidades de aceitação e de recomeçar.

Compreender as coisas, nem sempre diminui a dor e o sofrimento, mas nos permite optar por enfrentar a dor e o sofrimento com inteligência, dignidade e resignação.

Chamamos de resiliência a capacidade psicológica de, submetidos a fortíssimas pressões, conseguirmos retornar ao equilíbrio e retomar nossas vidas, realizando um novo começo.

Nessas circunstâncias onde a humildade e a aceitação são nossas maiores virtudes, vale lembrar três reflexões:

1) A prece da serenidade: "Senhor dá-me a serenidade para aceitar as coisas que eu não posso mudar,coragem para mudar as coisas que eu possa e sabedoria para que eu saiba a diferença."

2) Uma reflexão que faço em meu livro Atitudes Vencedoras:
 "A fé é a certeza que fica quando todas as outras deixam de existir!"

3) Um conselho repetido muitas vezes por Omar Cardoso (pesquisador de astrologia e importante radialista brasileiro da década de setenta): "Todos os dias sob todos os pontos de vista, vou cada vez melhor!"

Estas três reflexões juntas nos permitem compreender que humildade e aceitação constituem o princípio da serenidade; que nossa fé deve ser superior a nossas dores e sofrimentos, mesmo quando não podemos compreender porque determinadas coisas aconteceram, justamente quando tudo parecia perfeito, e; que a certeza de um amanhã, de um renascer onde poderemos estar melhores a cada instante, deve nortear nosso recomeço.

Seja qual for a dor que te aflige, opte por enfrentar o sofrimento pela via da aceitação: a dignidade desse caminho lhe fornecerá as forças para renascer e recomeçar e assim como a mitológica ave Fênix, você renascerá das próprias cinzas (do sofrimento que vem lhe consumindo).

Viver é renascer e recomeçar a cada dia, como repetia com profundo amor Francisco Cândido Xavier: "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim".

Por mais difícil que seja este momento, ele não é o fim. Acredite, pode até parecer, mas não é o fim.

Pratique a humildade, aceite a realidade e recomece, recomece sempre...

Quanto mais cedo você exercitar a aceitação, mais cedo começará a ser feliz...
Seja forte!"

Carlos Hilsdorf
Fonte:http://www2.uol.com.br/vyaestelar/atitudes_felicidade.htm

13 de dezembro de 2015

Encontros com Deus por Anthony Strano

"Biografia do autor:
 Anthony Strano é Diretor dos Centros da Brahma Kumaris na Grécia, Hungria e Turquia.
Anthony Strano explica o que acontece quando temos um relacionamento direto e pessoal com Deus e porque isso é importante:

"Lembro-me quando tinha 13 anos e pensava: “O que eu vou fazer da minha vida? Tenho a energia e as aspirações da juventude – o que vou fazer?” Eu estava crescendo na Austrália, um país muito livre; você pode fazer praticamente qualquer coisa que goste naquela idade. Peguei então a Bíblia e abri-a aleatoriamente. E ali estava a passagem na qual Deus perguntara a Salomão: “O que é que você gostaria, acima de tudo?”. Fiquei surpreso porque Salomão não pediu por mais dinheiro ou um palácio maior ou qualquer coisa assim; ele apenas disse: “Eu gostaria de ter sabedoria”.

Pensei: “Isso é algo bom para se pedir, ser sábio e entendido”. Mais tarde, li outro texto que dizia: “Cuidado com a juventude! A juventude é como a grama verde. Hoje está fresca e resplandecente e amanhã estará seca e o vento virá e simplesmente a levará embora”. Então comecei a pensar: “Quando eu tiver 30 ou 40 anos e olhar para trás e refletir sobre o que eu tiver feito, o que direi? Estarei feliz com as decisões que tomei?” Lembro-me daquele dia inteiro, simplesmente ficando em silêncio. Sempre gostei do silêncio. Ele era um espelho através do qual podia entender muitas coisas, não analiticamente, mas podia senti-las. Eu tinha a característica de nunca acreditar completamente na minha própria percepção sobre as coisas. Achava que era fácil iludir-se, portanto, cada um deve sempre ter um ponto dentro de si a partir do qual observar-se.

Num dia de Natal, acordei bem cedo e decidi ir à floresta. Tinha acabado de amanhecer e havia um pinheiro oval com bastante orvalho sobre ele. Eu fiquei observando-o. O sol levantou-se cada vez mais alto, os raios de luz alcançaram as gotas de orvalho e o vento começou a soprar. Foi uma experiência muito linda. Todas aquelas gotas de orvalho começaram a refletir muitas cores diferentes – verde e azul, vermelho e amarelo – e à medida que o vento soprava levemente, as cores mudavam. Foi como um presente de Natal para mim, a árvore de Natal da natureza. Então, é claro, o sol levantou-se completamente e tudo aquilo terminou. Pensei que seria bom ser como uma daquelas gotas, de alguma forma capaz de refletir algo escondido, algo silencioso, mas também muito bonito.

Comecei a perceber que para se ter uma conexão verdadeira consigo mesmo, com Deus e com outras pessoas, é importante manter uma fé muito profunda e uma humildade muito consistente, porque a fé em você, em Deus e em outras pessoas ajuda-o a ir além de muitas dificuldades, dúvidas e testes, e o torna confiante de que – muito embora você possa não entender – sempre há uma solução. Você também precisa de humildade para jamais cair na armadilha do “EU SEI”. Mantenha sempre o “eu” aberto, pois somente quando estou aberto é que a verdade é dada ao “eu” como um presente. Todas as coisas divinas são presentes; o único esforço que alguém precisa fazer é posicionar o “eu” de tal maneira que ele(a) seja capaz de receber aqueles presentes. Ao receber aqueles presentes, eles aumentam na medida em que forem compartilhados. Mas você simplesmente os compartilha como um instrumento – não como aquele que fez os presentes. Quer seja de sabedoria, de paz, de felicidade – eles foram dados, absorvidos e compartilhados.

Quando você lê sobre encontros de outras pessoas com Deus, descobre em alguns deles que aquilo transforma suas vidas, torna-se a fundação de toda a vida deles. Outros têm isso, mas então esquecem-no, e perdem-se na rotina novamente, perdem a consciência, a maravilha daquele encontro. Quando há um encontro genuíno com o divino, o ser humano sente três coisas – transformação profunda, percepção profunda e grande inspiração.

TRANSFORMAÇÃO
A transformação é conduzida pelo desejo de realmente mudar o “eu”, de retornar a algo puro e original que foi esquecido ou que foi poluído, sabendo muito profundamente que se houver essa transformação dentro do “eu”, certamente essa pessoa estará pronta para ajudar e cooperar com outros seres humanos. Uma transformação profunda somente vem quando há aquele encontro com Deus, porque aquilo que transforma as profundidades do “eu” é o amor. Se Deus permanece abstrato, como para muitas pessoas, então há uma transformação muito pequena. Quando Deus torna-se pessoal e real, essa pessoa é capaz de experimentar o relacionamento, e é através do relacionamento que ela começa a experimentar o amor que lhe dá fé nela mesma e a coragem para mudar.

INSIGHT
O encontro, silencioso e muito pessoal, frequentemente não pode ser descrito. De algum modo ele não deveria ser descrito demais. No silêncio surge o insight. O insight é a abertura do terceiro olho, e a cegueira espiritual é levada embora – em particular, a cegueira de ser muito crítico sobre coisas e pessoas, de perder-se na fraqueza de outros e de ficar atrás de coisas triviais. O insight é onde sou capaz de ver a realidade positiva de outros, não importando qual possa ser sua aparência, não importando o quão negativos eles possam parecer ser. O insight de alguém que encontrou Deus é ver através dos olhos Dele, ser capaz de ver os outros como seu irmão ou sua irmã. É esse insight que começa a criar um senso de unidade e amizade e um senso de pertencer a todos.

INSPIRAÇÃO
Um encontro pessoal com Deus também me dá grande inspiração. O impossível pode tornar-se possível. Não há nada que eu não possa fazer. Sempre há aquele suporte, aceitação, fidelidade de Deus no relacionamento Dele com você. Ele não o abandona ou o diminui, mas o segura. Você é sagrado para Ele. É uma grande inspiração quando você sente isso, não apenas saber disso intelectualmente, mas também senti-lo.

Ir do abstrato ao real é algo para o qual todos nós temos de nos esforçar. Isso vem ao entrarmos em quietude, silêncio e prontos para ouvir. Quando há esse encontro, sua fé e coragem são fortalecidas. Sempre há testes, problemas, dificuldades, mas você tem sempre aquela força para superá-los, pois agora é capaz de olhar e ver com outro “olho”. Você vê com um olho invisível, ouve com outro ouvido, um ouvido invisível. Você não precisa ver tudo pronto e tangível na sua frente. Eu não preciso ver a solução, porque sei que ela está lá e que virá na hora certa. A pessoa que tem um encontro genuíno e uma experiência contínua desenvolve muita doçura, generosidade, tolerância – mas especialmente não violência. Eles nunca pensam que são melhores ou superiores, nem inferiores. Há um sentimento de igualdade com relação aos outros – que os outros são tão bons quanto eu, que o que quer que eu tenha de bom em meu próprio eu, outros também têm.

Quando você tem esse encontro genuíno com Deus, a visão de universalidade é restabelecida e há uma atenção em mudança pessoal e doação. Nunca há um senso inflado de superioridade. Entretanto, muitos esquecem de proteger seu encontro genuíno com Deus com humildade e autorrespeito. Ao invés disso, eles começam a dizer: “Eu tive essa visão, eu vi essa luz e recebi essa mensagem”. Então, o que fiz com a mensagem, com a luz? Será que cresci? O crescimento é medido pelo respeito que tenho pelos outros e pelas atitudes não violentas com relação a tudo. Aceito quaisquer diferenças como algo divino e contribuição para o mundo; percebo que tais diferenças não limitam, mas enriquecem.

Uma coisa é muito importante ao cultivarmos nossos encontros com Deus. Enquanto temos de nos esforçar em nosso movimento na direção de Deus, igualmente precisamos estar conscientes do ponto no qual parar, ficarmos quietos e sermos guiados. Crescemos no Ocidente, sentindo que temos de criar tudo, temos de fazer acontecer, que depende de nós. É em certo sentido, mas nem tudo depende de mim. Algumas vezes tenho de apenas me situar. Quando fui pela primeira vez aprender meditação como um método de aproximar-se de Deus, tive experiências muito boas de Deus, as quais não esperava conseguir tão rapidamente. Lembro-me, na primeira vez, de sentir Deus, não apenas como o Pai, mas como a Mãe. Nunca havia pensado antes sobre a Maternidade de Deus, mas como a mais tradicional Paternidade. Tive o sentimento de Deus, minha Mãe eterna, olhando-me docemente e sussurrando: “Eu o amo como é, não precisa provar-se. Você é o que é e Eu amo e aceito isso. Mas, sim, esforce-se para mudar, para acordar a parte mais pura do ‘eu’ e isso trará a você grande alegria”. Logo em seguida senti a Paternidade de Deus como uma onda de grande suavidade acalmando o “eu”. Ele definitivamente não era “a autoridade severa no comando”, sobre a qual aprendi na escola.

De qualquer modo, nunca senti que Deus era realmente severo e autoritário. Como Mãe e Pai, Ele era um professor sábio e cuidadoso tentando manter-me no caminho certo.

Quando eu era muito jovem e alguns adultos ficavam aborrecidos comigo, eles diziam: “Deus está observando você, e somente o perdoa três vezes se você for travesso”. Eu realmente ficava com medo, porque sabia que tinha sido travesso muito mais do que três vezes. Diariamente, minha travessura ou “enganos” eram próximos a pelo menos 33!, pois um dia fiz uma contagem consciente de meus “pecados”. Quando você é muito jovem, as coisas que lhe são ditas ficam impressas em você. Mas lá no fundo eu pensava: “Tenho certeza de que Deus não é assim, Deus não mede”. Deus é um amigo. E a bênção de tal amizade benevolente é um verdadeiro presente Dele.

Minha experiência pessoal com meditação é que quando entro em silêncio e sintonizo minha mente e conecto com esse Ponto Benevolente, esse Ponto de Benevolência para todo o universo, quando posso me conectar a essa corrente, sinto-me não apenas com luz, mas com profunda compaixão e entendimento. Nessa compaixão e entendimento há mudança no “eu”, atitudes, visão com relação a outros. É por isso que quando as pessoas falam Deus, Allah ou Pai e então há muita violência em seu comportamento com relação aos outros, está claro que estão muito longe de Deus. Aquele que é puro não pode ser violento, não pode dar tristeza. No silêncio é que temos aquele encontro com O Benevolente. Então somos capazes de nos sentir elevados, nossa consciência é elevada e torna-se positiva, abrigando e se reconciliando com outras almas. Sentimos a alegria de estarmos vivos, de sermos seres humanos. Não rejeitamos nada e não nos apegamos a nada, porque os dois extremos não mantêm o equilíbrio e a harmonia necessários para manter a alegria.

Quando temos um encontro com Deus, experimentamos a Paternidade de Deus, a Maternidade de Deus e acima de tudo a amizade de Deus, doce amizade. Sim, os egípcios antigos estavam muito certos, Deus o Pai, a Mãe, é o Senhor da Doçura, e é essa doçura que tira a amargura do passado e nos permite experimentar o poder do perdão, largar as coisas, não guardar ressentimentos. Quando há esse perdão para meu próprio “eu”, posso começar a perceber quem realmente posso ser.

Essa transformação preenchida de amor torna o ser humano espiritual. Um relacionamento verdadeiro transforma-o e liberta-o, ele não prende nem limita. Quando encontramos Deus como Ele verdadeiramente é, nossa consciência eleva-se para um nível de universalidade e compaixão em que não há barreiras de ressentimento, acusação ou medo.

Ser capaz de manter sua coragem, fé e princípios, mesmo em momentos de oposição, e manter um olhar bondoso sobre aqueles que se opõem a você – isso é espiritual! Essa é a habilidade de se ter misericórdia e compaixão para com aqueles que criticam e se opõem. Não é somente uma questão de ser estável e forte, mas ter um olhar bondoso para todos. Para tanto, precisamos do sustento de um relacionamento pessoal com Deus, de outra forma não seremos capazes de fazê-lo. Se não sinto aquele relacionamento, posso ser amável uma ou duas vezes com pessoas que são negativas comigo, mas continuar a fazer isso requer um fluxo de força muito positivo e contínuo dentro do “eu”. É por isso que a meditação é importante, não apenas para o “eu”, mas também para os outros. É na meditação que fico próximo a Deus e experimento o poder que Ele constantemente está oferecendo a mim. Essa proximidade de Deus é chamada de bem aventurança. Bem aventurança é uma experiência interna, além do toque, visão ou qualquer coisa física e ninguém jamais pode tirá-la de mim. Eu a levo dentro de mim."
http://www.brahmakumaris.org/brazil/news-and-media-pt/articles-pt/Understanding%20Spiritual%20Knowledge-pt/typea.2007-02-17.5366411711-pt?set_language=pt

8 de dezembro de 2015

"O que é a TRANSIÇÃO?" por Fabio Novo


"Estamos vivendo a maior, mais profunda e mais rápida transformação da história da humanidade. Estamos em plena Transição.

A Transição é um fenômeno de transmutação individual, coletiva e global, é um processo radical de mudanças aceleradas impactando todos os seres vivos, todas as áreas do conhecimento e todos os campos de interação, expressão e manifestação humanos — econômico, social, cultural, artístico, educacional, corporativo, tecnológico, científico, ambiental, político, comportamental, familiar, sexual, relacional, psicológico, emocional, energético e espiritual, simultaneamente.

Mas para compreender a Transição em sua vasta complexidade, precisamos olhar sua origem etimológica. Transitare significa mudança, passagem de um estado para outro. E o prefixo trans pode ser definido de 3 formas — como “aquilo” que está entre, através e além.

Isto é, a Transição é um estado de consciência entre estados de consciência; é um fluxo criativo abundante travessando passado, presente e futuro; é um campo energético para além do espaço, do tempo, da imaginacão e de nós mesmos.

A Transição é tudo isso junto ao mesmo tempo, é um salto quântico na nossa jornada coletiva, é a reinvenção dos mundos, é a mudança de game, é a ascensão para uma nova dimensão na espiral evolutiva, é um ritual de passagem da humanidade.

Transição é transe, é transbordo psíquico, avalanche imaginativa, chacoalho cósmico, borbulha neural.

É um estado holístico de energia e consciência, uma trip sistêmica, um fluxo de possibilidades e sincronicidades infinitas, um campo transcendente de aprendizagem, cura, revelações espirituais, descobertas científicas e revoluções tecnológicas manifestando-se em todas as dimensões das múltiplas realidades.

É uma onda nova, irreverente, disruptiva, caótica, surpreendente, total.

É inexorável, irreversível, imprevisível, memorável.

Não é um espaço-tempo comum, ordinário ou corriqueiro.

Não é linear, não é controlável, não é estável.

E não se trata de uma pequena correção na rota, de um ajuste sutil na visão, de um “tapa” na embalagem ou de um update no software.

Não, estamos falando de um evento épico, visceral, avassalador, inebriante, extraordinário.

Estamos falando da instalação de um novo sistema operacional planetário, da emergência de uma nova super ordem mundial, de uma mudanca de era, do despertar de uma consciência global.

Estamos falando de uma onda de verdade e amor inundando as vielas sombrias da inconsciência, do atraso e da mentira que durante milênios turvaram nossas mentes, fecharam nossos corações, adoeceram nossos corpos e desligaram nossas almas nos impedindo de ser que realmente somos, de verdade.

Estamos falando da oportunidade rara de superar ilusões paleolíticas e unir tudo e todos, incluir tudo e todos, integrar tudo e todos num super sistema que acolha os múltiplos sistemas, visões, fluxos, culturas e mundos.

Estamos falando em um movimento de renascimento humano que vai além do impossível para construir na Terra o paraíso que sempre sonhamos e com o qual nos comprometemos a cocriar, juntos (lembra ?).

A Transição está entre nós, através de nós, além de nós. Está aqui, ali, lá e acolá, acima e abaixo, por todos os lados, por dentro e por fora, ocupando espaços, multiplicando tempos e mudando nossas vidas e os nossos futuros para sempre.

Em sua presença nada será como antes. Nada será como antes em sua ausência. Ninguém escapará de seus efeitos. Ninguém sairá ileso da sua luz. Tudo se transmutará. Tudo se transitará. Tudo se transformará. Todos transcenderemos em suas espirais multidimensionais. Todos viajaremos em suas infinitos exponenciais.

A Transição é um presente divino para a humanidade embalado como um impulso para evoluir, um convite para voar e um chamado para despertar."

Fábio Novo
Fonte:
http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2015/12/fabio-novo-o-que-e-transicao.html#sthash.GAwNFTuT.dpuf

7 de dezembro de 2015

A “fagulha” que acenderá em nós a luz do Cristo por Roger



"...É difícil dizer o momento em que teremos uma demonstração mais clara, uma fagulha que nos faça ver de forma definitiva as mudanças que estão por vir e nos auxilie a definitivamente, nos eleger para a Nova Era. Os dias atuais nos mostram uma tendência cada vez maior das pessoas focarem no materialismo e tratar a vida humana como resultado de algo apenas biológico, sem ter uma ligação com Deus e com o mundo espiritual. O número de pessoas que não acreditam em Deus e no plano espiritual cresce no mundo e muitos daqueles que afirmam crer, creem apenas por mera formalidade ou dentro de parâmetros absurdos e distorcidos, como é o caso do Estado Islâmico. Cada vez é menor a presença no planeta daqueles que “sentem” Deus e a Espiritualidade em seus corações, de forma lúcida. Isto é o sinal dos tempos…

No entanto, creio que isto é muito natural e em nada foge ao planejamento divino. As profecias se cumprem de acordo com o entendimento de cada um. Basta ter “olhos para ver” e “ouvidos para escutar”. João, o Evangelista, no livro do Apocalipse, nos diz que chegado o período do Grande Juízo: “o que é certo passaria a ser errado, e o que errado passaria a ser certo”.

 Analisando o cenário político de nosso país, vemos exatamente isto. Corruptos e corruptores justificando o injustificável. E o pior é que “cada povo tem o governo que merece”, sinalizando que os nossos governantes são um reflexo direto do nível ético e moral de seu próprio povo.

Os valores que dignificam e promovem a evolução da família Terra estão sendo esquecidos e isto gera um processo de caos e colapso a médio prazo.
 Esta tempestade limpará a atmosfera espiritual do planeta, trazendo uma nova aurora para a humanidade no futuro. Infelizmente a nossa humanidade ainda é muito primitiva. 
Assim como em Tríade ou na Atlântida do período dos Capelinos, que narramos nos livros sobre a Atlântida, é preciso um choque para resgatar a dignidade em almas primárias.

A fagulha que afirma em tua pergunta, aquela que acenderá em nós a Luz do Cristo, pode ser desperta através de uma determinada busca de conscientização espiritual e por meio do esforço em se tornar uma pessoa melhor. 

Este é o caminho da sabedoria e do amor. Entretanto, a grande maioria precisará de momentos dolorosos para despertar esta “fagulha crística” em seus corações. Esta é a tradição da escola Terra: evolução através de mecanismos de dor e sofrimento."

Roger
Fonte:http://universalismocristico.com.br/roger-responde-262-qual-e-a-fagulha-que-acendera-em-nos-a-luz-do-cristo/

Transição planetária...


"A transição planetária não será o fim do mundo, será o fim da nossa atual civilização.
 Estamos ultrapassando um ciclo evolutivo, e temos que estar preparados para o novo mundo que está para surgir, a transição pode ser bem representada pela metáfora da lagarta que se arrasta e tem pouca mobilidade, mas após entrar em seu casulo, sofre uma alteração orgânica e se transforma na borboleta.

 É basicamente isso que irá acontecer conosco, teremos que passar por longas provas, iremos sofrer muito com a alteração climática e os cataclismos que antecederão o ponto máximo da transição planetária, logo após os cataclismos haverá uma mudança vibratória a nível atômico, nada escapará dessa mudança vibratória! Por isso temos que nos preparar! Como? nos elevando espiritualmente, praticando o desapego material e o amor universal, e acima de tudo aumentando ao máximo a sua relação com o pai celestial. Assim nós estaremos prontos para passar essa difícil prova. 

Cientistas extrafísicos, já haviam calculado que se não houvesse a transição planetária, toda humanidade estaria condenada a morrer lentamente! pois nosso planeta hoje está muito doente, e a causa maior dessa doença se não a única, se chama Humanidade! o homem polui o seu meio ambiente em nome do progresso, e passa por cima de tudo e de todos em nome do mesmo.

 Para que possamos ter essa vida de conforto hoje, muitos seres foram sacrificados! árvores foram mortas, pássaros, animais, o homem com seu pensamento pernicioso gerou uma camada de energia negativa que impedia o nosso planeta de respirar, a camada de ozônio está mais instável do que nunca, e ainda sim a grande maioria dos seres humanos se preocupam apenas com a sua vida de negócios e em Ter uma boa vida financeira, e fecham os lhos, como se tudo fosse mentira. Só que o criador, o pai celestial, é justo, e ele ouviu os lamentos da natureza e resolveu interceder por ela!

 Apesar da Humanidade não ser uma praga, a humanidade é uma manifestação de DEUS, assim com todas as coisas, o problema da humanidade é que com o livre arbitro, ela se afastou cada vez mais de DEUS, evoluiu muito no sentido científico, mas esqueceu de evoluir em moral e espiritualidade! E isso é o mais importante, é isso que nós faz Ter o discernimento para afastar os pensamentos negativos!

 O ser humano atual sucumbiu-se a si próprio, e tornou-se escravo das forças do mal, hoje a Terra é um planeta dominado pelo mal! Mas felizmente a transição planetária ira mudar isso tudo, colocando cada um em seu lugar, e devolvendo a todos nós o orgulho de ser chamado de Humanos.

 Não aceite tudo que está escrito nos textos como verdade, mas assim mesmo, reflita e julgue por si mesmo. Comece a sua mudança hoje, não deixe para amanhã, comece por orar todos os dias pela sua família, pelo seu vizinho, pelo mundo, pelo universo..."

Fonte:
http://www.eusouluz.iet.pro.br/novaera.htm#A Transição Planetária

24 de novembro de 2015

Deus no sorriso de minha filha... via Momento Espirita

"Hoje encontrei Deus no sorriso de minha filha.
Porém, o gesto espontâneo e luminoso não foi para mim, foi para um estranho, alguém que ela nunca havia visto antes, sentado à mesa ao lado, com o olhar distante e triste.
Pude ver o Criador nos olhos dela.

Ela acenou, como se quisesse perguntar: - “Está tudo bem com você?” Em seguida, lhe jogou um beijo, deliberadamente.
Certamente não estava tudo bem... Deus sabia.
Tanto sabia que, no mesmo instante – instante mágico – a Divindade amorosa encontrou na mesa mais próxima um sorriso amigo, uma pequena lamparina para acender na vida daquele filho desanimado.
A pessoa não resistiu e também sorriu, e até acenou de volta, com um certo encantamento pela atitude tão pura e doce de criança.

Hoje encontrei Deus no sorriso de minha filha...
Mas, o sorriso não foi para mim, foi para a dor do mundo que ainda lateja incômoda por aí.
E, sem perceber, aquele sorrir também me fez um pouco mais feliz.
Pensando bem, acho que ele também sorriu para mim.
E agora sorri para você.
Deus irradia sorrisos.

O Criador atua no mundo através de leis perfeitas, e uma delas é a lei do amor.
A lei do amor tem nuances infinitas, mas uma certamente se manifesta através do senso de atenção que desenvolvemos uns pelos outros.
Eu percebo você, eu me interesso por sua vida e tudo que diz respeito a você também me importa.
Saímos de dentro da casca do egoísmo avassalador e começamos a viver como comunidade.
Não é apenas a minha dor que enxergo, mas a sua também. Não são apenas ou meus problemas que existem, mas os seus igualmente. Não sou apenas eu que tenho direito de ser feliz, mas você também.
E o mais curioso e impressionante desta lei é que, cuidando da dor do outro, tratamos também a nossa, no silêncio de nossa intimidade.
É a lei do amor que faz com que sejamos gratificados interiormente pela felicidade, toda vez que praticamos a caridade, que nos doamos, que nos importamos com nosso próximo.
É a lei do amor que nos aproxima uns dosoutros, que faz com que juntemos forças, que percebamos que não estamos sozinhos nos embates do dia a dia.
É a lei do amor que nos faz abraçar a maternidade e a paternidade com tanta dedicação, promovendo ao infinito aquelas almas antigas de roupas novas.
É a lei do amor, praticada por todos nós, que virá a ser responsável pela extinção das misérias sociais que ainda nos incomodam tanto.
Ela eliminará preconceitos, reconciliará adversários e será responsável pela espiritualização da Humanidade toda.
* * *
Feliz aquele que ama, porque não conhece as angústias da alma, nem as do corpo! Seus pés são leves, e ele vive como transportado fora de si mesmo.
Quando Jesus pronunciou essa palavra divina, — amor — fez estremecerem os povos, e os mártires, ébrios de esperança, desceram ao circo."

Redação do Momento Espírita, com base no texto Deus no sorriso de minha filha, de Andrey Cechelero, do blog O Essencial e o Invisível


14 de novembro de 2015

Aconteça o que acontecer na sua vida, não perca a sua paz interior... by Dalai Lama


"Aconteça o que acontecer na sua vida, não perca a sua paz interior, ela é a força que você precisa para manter-se em equilíbrio mesmo durante as piores tempestades.

Nessa época de pessoas atormentadas por pesadelos, por frustrações e sonhos desfeitos, manter a paz é fundamental para não cair nas armadilhas da depressão.

A carga de informação que você recebe durante o seu dia, a pressão do trabalho, dos estudos e dos relacionamentos, acaba deixando seus nervos em pedacinhos.

Se você não estiver com o pensamento voltado para o seu bem estar, você não consegue manter o equilíbrio e ai, o seu fígado começa a sofrer as primeiras consequências, daí para as doenças do estômago como a gastrite, a úlcera e outros nomes não muito recomendáveis, é um passo.

É preciso que você coloque filtros em sua vida, e ao receber as notícias, sejam elas quais forem, analisar e rapidamente descartar o que não for realmente importante para sua caminhada.

Manter-se em paz é um exercício diário, porque muitos obstáculos estarão presentes no seu dia a dia, a começar pelo seu lar, onde sob o mesmo teto reúnem-se pessoas que não compartilham as mesmas ideias que você.

No trabalho outros problemas nos aguardam.

Manter o emprego está cada vez mais difícil, devido a enorme competição imposta pelas empresas entre os funcionários, tornando o clima às vezes "infernal e insuportável".

Para complicar tem o seu relacionamento que anda às vezes tão complicado por coisas tão bobas, que você fica pensando, será que vale a pena?

E quando você está a sós, fica imaginando que não nasceu para amar e ser amado, que os anjos te esqueceram e outras besteiras que a solidão causa.

Tudo isso e mais aqueles amigos que acreditam que você é poderoso e usam seu ombro como se fosse um grande muro das lamentações e deixam você mais carregado de energias nada boas.

Cuide-se enquanto é tempo.

Para que sua paz continue, use estas regrinhas básicas:

- Use o bom senso ao ler as notícias.

- Pare de ir no embalo dos alarmistas de plantão.

- Ao entrar no local de trabalho, faça uma prece em silêncio e cumprimente a todos com alegria.

- Respeite-se, se não estiver com vontade de falar com ninguém, retire-se e pare de fingir que está tudo bem.

- Peça ajuda. Para ajudar alguém precisamos estar muito bem. Se você não estiver bem, esqueça, você vai prejudicar a você e a quem pediu ajuda. A paz é uma conquista daqueles que se amam.

- Ame-se pelo amor de você mesmo! Ninguém tem o direito de invadir a sua paz e se o estão fazendo é porque você está permitindo.

- Reveja seus atos. Para manter a sua paz vale tudo: banhos relaxantes, orações, terapias, e muito amor. A paz é um exercício diário.

- Sorria mais, relaxe, busque um cantinho dentro de você para ser feliz. Você é responsável pelo seu bem estar. Estando feliz, o outro seguirá o seu exemplo.

- Acredite em você.

- Valorize-se. Você merece muito mais do que tem hoje, e vai conquistar se mantiver seu pensamento voltado para suas conquistas, sonhos e desejos.

Só existem dois dias no ano em que nada pode ser feito. Um se chama ontem e outro amanhã. Portanto, hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer, e principalmente viver."

Autor: Dalai Lama

31 de outubro de 2015

Como Reconhecer os Sinais do Universo...


"Você já sentiu como se o Universo estivesse tentando lhe dizer alguma coisa, mas você simplesmente não entendeu a mensagem ? Você está buscando respostas para algumas perguntas em sua vida e não encontrou solução ?

Você se sente desta forma porque não está plenamente consciente da “linguagem” do Universo. As respostas provavelmente estão bem na sua frente. A “barreira do idioma” com o Universo é um grande obstáculo para muitos, quando você entender a linguagem, a sua experiência de vida só vai crescer.

O Universo nos fala o tempo todo. Nós nem sempre reconhecemos as mensagens ou sinais porque o Universo fala através das nossas experiências. Na sabedoria védica, é colocado bastante atenção na importância de tornar-se mais consciente de suas experiências de vida. Extraindo o conceito destas tradições entendemos que os seres humanos são uma consciência em um evento e que você existe com o propósito e a função de obter experiência. Então, qual poderia ser o meio mais eficaz para a experiência e comunicação com o Universo do que a própria vida ?

Aqui estão algumas dicas sobre como você pode começar a decodificar a si mesmo e sua vida, para entender mais sobre as experiências e desdobramentos impressionantes em torno de você.

Cultive o Desejo de Receber
Este é um ponto inicial valioso, mas muitas vezes esquecido para qualquer tipo de exploração na vida. Às vezes fazemos perguntas e ao mesmo tempo mantemos alguma expectativa sobre as respostas. Quando colocamos as perguntas para o Universo ou ao nosso EU superior, esta expectativa é registrada.
Lembre-se que em última análise o Universo está sempre entregando o que você pede e precisa. Se você não está pronto, você não vai receber.
 Seja honesto com você mesmo sobre as perguntas que você tem na vida. 
Você está disposto a mudar ?
Cultive um verdadeiro desejo de ouvir o Universo. Esteja disposto a aceitar as respostas não importa como ou por meio de quem elas vêm. Você pode receber as respostas de um estranho, uma fonte improvável, uma ocorrência aleatória ou mesmo enxergá-la em um quadro de avisos. As possibilidades são infinitas. No entanto, você deve realmente procurá-la para que ela seja revelada a você.

Preste Atenção
O Universo não tem quaisquer limites sobre como ele vai interagir com você. Por exemplo, uma pessoa pode aparecer em seu local de trabalho vestindo uma camiseta com uma frase exatamente sobre o que você perguntou. 
Você pode notar padrões ao lidar com as pessoas em sua vida, como conversas sobre um assunto específico que se repete por alguns dias.
A inteligência do Universo não tem limites. Ele está sempre conectado com você e buscando fortalecer esta conexão. 
Você pode não perceber isso, especialmente se está vivendo no automático.
Preste mais atenção ao que você está enfrentando. Por que fazer uma pergunta para simplesmente ignorar a resposta ? 
Olhe com mais atenção o seu ambiente durante estes tempos de busca. Você pode se surpreender com o que aparece quando você realmente presta atenção.

Anote as Experiências Repetidas
Quando você começar a prestar mais atenção nas ocorrências e estímulos em sua vida, você vai notar algumas repetições, anote-as. Você não é obrigado a escrever estas experiências ou temas repetidos apesar de que isto pode ser extremamente útil.
Essas repetições aparecem por uma razão. 
Por exemplo, digamos que você está procurando um novo emprego. Você não está tendo sorte e começa a ficar um pouco angustiado com a situação. Por alguma razão você acha que está constantemente esbarrando em algo estranho na cidade e nos lugares mais aleatórios. Você pode notar algo sobre um profissional, seja seu estilo de vestir ou o seu veículo, ou talvez até mesmo algo mais sutil. Um dia acontece de você começar uma conversa com ele e descobre que ele está trabalhando em uma empresa fabulosa que atualmente está contratando.
 Este é um exemplo de sincronicidade do destino.

Embora este seja um cenário hipotético, estes são o tipo de situações que acabam por serem os sinais do Universo.
 O Universo não é sutil. Quando uma mensagem é enviada, ela está destinada a ser ouvida alta e clara. Só porque nós não a entendemos de início não significa que ela não está lá. Às vezes, essas mensagens são enviadas repetidamente até que nós as entendemos. Portanto, preste atenção, tome nota e comece a desbloquear estas potencialidades escondidas nas experiências repetidas de sua vida.

Aprimore Sua Sensibilidade
Para se tornar mais ciente dos sinais do Universo, preste mais atenção ao seu Eu. 
Lembre-se que você e o Universo são UM, o que significa que um verdadeiro sinal da criação deve ressoar dentro de você em algum nível. Mesmo que você não entenda isto, suas percepções mais elevadas irão alertá-lo de que existe algo significativo sobre a ocorrência, pessoa, ou símbolo que se repete. Todos nós temos nossos próprios níveis de consciência. Esta habilidade pode ser desenvolvida ou aperfeiçoada por qualquer pessoa através da auto reflexão e meditação. Quanto mais você se permite sintonizar com sua intuição e o mundo interior, mais alto e claro se torna o seu diálogo com o Universo.

Entregue-se
Uma vez que você começa a reconhecer e se envolver com os sinais em torno de você, lembre-se de que você tem o poder de ver o que você quer ver, você cria sua realidade. Se você deseja que o Universo diga alguma coisa, isto pode levá-lo a satisfazer o seu desejo e isto pode não ser o Universo falando com você.
Para evitar esse problema, você precisa se entregar completamente. Se você quer uma resposta ou sinal do Universo em um tópico específico, você deve liberar a sua ansiedade pessoal pela resposta.
 
Apenas deixe-a vir.
Se você realmente quer experimentar a coisa real, permita que a experiência seja mais importante do que a resposta que dela deriva. Não se iluda colocando palavras na boca proverbial do Universo. Se você está em busca de respostas, então você não tem as respostas. Tenha isso em mente e se renda.

Não Complique o Sinal
Você pode se perder à medida que procura a verdade.
 Você pode receber um sinal, mas em seguida, continuar a procurar mais, em vez de entender a mensagem.

O Universo expressa uma grande quantidade de gênio na simplicidade. Esta verdade pode ser vista na natureza o tempo todo. A maioria das coisas simplesmente são.
 Se o Universo lhe diz “vá para a esquerda”, não impeça a si mesmo, tentando descobrir o porquê, como e em que ponto fazer a volta. Apenas faça !
De muitas maneiras, nós seres humanos tendemos a dificultar o nosso próprio caminho e isso pode ser mais evidente quando se trata de receber sinais como resposta. Em outras palavras, se você vê algo significativo na lateral de um ônibus, não precisa seguir o ônibus e entrevistar seus passageiros na próxima parada. Se uma pessoa diz algo a você que é profundo de uma maneira específica e em um determinado momento, isso não significa que você deve conhecer esta pessoa. 
O Universo está falando com você naquele momento através daquela pessoa e é por isso que você sentiu o impacto momentâneo. Esta pessoa ou coisa é mais do que provável que é apenas um portador da inteligência para que a mensagem chegue até você no caminho e momento certo.

Receba Totalmente
Você sempre está envolvido em conversas com o Universo. Por vezes, um momento profundo de realização ou um sinal pode ser apenas uma parte da mensagem. Sempre esteja aberto para continuar a receber.
Lembre-se: quando você sabe ou precisa saber, você vai receber a mensagem.
 Não haverá nenhuma confusão ou dúvida sobre o que está sendo dito. Procure este tipo de relação com o Universo e ele certamente vai apoiá-lo. Não aceite obter apenas parte da mensagem e ficar perdido ou confuso. 
Confie na Fonte, dentro e fora de si mesmo.
 Sinais não são destinados a ser ambíguos, mesmo que eles pareçam ser no início. Procure e encontrará, em seguida, receba plenamente, a fim de encontrar a sua verdade.

Recebendo e reconhecendo informações através de sinais depende de disposição, de busca sincera e apenas escutar e simplesmente compreender. O Universo está sempre pronto a nos ajudar, então deixe-o ajudar e preste atenção ao que ele está dizendo a você."

©Leo Carver
Fonte: https://portal2013br.wordpress.com

28 de outubro de 2015

Como manifestar qualquer coisa que você queira...


"Aprender a manifestar algo é mais fácil do que você pensa. Na verdade, o verdadeiro segredo é que, uma vez que você aprende, é quase ridiculamente fácil! As 'regras' a seguir podem ser aplicadas a qualquer coisa que você deseja trazer para a sua vida.

Tire o stress do processo
Por que tornar a manifestação em algo tão sério? Você já sabe o valor do trabalho duro, mas você não tem que transformar a manifestação num assunto sério de gente grande . Pense nisso como um jogo, um jogo puro de fingir como você fazia quando era uma criança. Aborde a manifestação a partir da perspectiva de jogo, prazer, diversão ... para remover as baixas vibrações de necessidade, desespero, medo e com base na escassez para fora da equação. A imaginação de uma criança não conhece limites. Infelizmente, como adultos, nós colocamos algumas limitações bastante robustas em nossa imaginação, sem uma boa razão, exceto que as outras pessoas diziam assim - por exemplo, "você não pode ir em frente sem uma educação universitária" ou "é preciso dinheiro para fazer dinheiro" ou "não é o que você sabe, mas quem você conhece." Quem disse? Diga um absurdo desses a muitos milionários que começaram sem educação, sem dinheiro, nada mais que um monte de imaginação e desejo.

 Tente isto:
1. Finja que você não precisa dele.
 Tudo o que você quer é apenas para sua diversão. É a cereja no topo do bolo, um pouco mais para tornar a sua vida mais doce. Mas você não precisa dele.

2. Acredite no que você vê em sua mente.
 Tudo o que você quer já existe em sua imaginação, não é mesmo? Por isso, é tão real quanto qualquer outra idéia que você já teve que se tornou realidade. Jogue com a crença de que o que você quer já está esperando por você. Você já fez o pedido, agora você está no seu caminho para buscá-lo. O que você tem a perder? Afinal de contas, você não "precisa" o que você deseja, é só para se divertir. É tudo fingimento!

3. Acredite no poder de seus pensamentos e emoções.
Você sabe como é bom ter o que você quer. Incorpore esse sentimento e deixe infundir a sua visualização com sua vibração poderosa. É tudo de bom. Relaxe nele e se divirta. 

4. Acredite no 'impossível'.
Você só está jogando, e na "terra da imaginação 'tudo é possível e você sabe disso. Você não questiona, você só sabe. Deixe este saber transcender qualquer "mas" que aparecer em sua mente lógica! Divirta-se com isso e deixe a mente lógica em casa. Trata-se de usar o poder de pensamentos, emoções e suas intenções apenas. Você não precisa se preocupar se ou como ele irá se manifestar. É tudo jogo.

5. Lance-se nele.
 A criança coloca a si própria completamente em seu mundo imaginário. Ponha-se no seu!

6. Não se preocupe, seja feliz!
 Vibrações positivas atraem vibrações positivas. A maioria de nós pensa: "Eu serei feliz quando ... (achar alguém especial, fechar aquele negócio, tiver uma casa nova, etc) ..." claro que será, mas será que a sua vibração energética atual vai atrair as coisas que você quer?
Você está vibrando "Eu não acho que eu mereço isso, apesar de que seria muito bom ..." em vez de "Eu estou tão feliz, e mais coisas boas estão a caminho!"
Qual é melhor: "Estou apaixonada por esse sonho, mas eu não sei como fazer isso acontecer!" Ou "Eu estou apaixonado por este sonho e eu adoro a forma como tudo está acontecendo para mim! "
Acredite na sua visão! Já é real!
Preocupação, medo, ansiedade, dúvida ou resistência na forma de crenças limitantes poluem e diluem a sua vibração. Encha-te de emoções positivas. Preencha cada célula com amor, felicidade, alegria, paz ... e deixe que a luz, brilhante irradie energia para fora, para atrair o que você quer! Quanto mais você ampliar emoções positivas, maior e mais poderosa será sua vibração!

7. Veja o que você quer ver.
 A visualização é um poderoso reforço para a vibração. A realidade física não está muito atrás das idéias maravilhosas que você planta em sua imaginação - se você regá-las com amor, entusiasmo inabalável e muita felicidade.


8. Apenas por diversão, imagine que realmente é tão fácil manifestar qualquer coisa que você quiser.
Fomos todos criados acreditando que o trabalho duro é a única maneira de conseguir o que queremos, mas isso não é verdade. O dinheiro é apenas um meio de troca, e se você colocar para fora as vibrações certas, você vai atrair as situações que pedem por ações inspiradas (leia-se alegre), e então você vai obter os resultados que deseja. É importante manter a sua visualização por tanto tempo quanto puder, sem qualquer interrupção mental ou emocional: busque pelo menos metade de um minuto, várias vezes por dia, de forma consistente, por um mês ou mais.

9. Atualize suas crenças.
Muitas pessoas também têm um gargalo de energia positiva quando se trata de dinheiro - geralmente enraizada nas crenças de escassez e indignidade. Mas desde que o dinheiro nada mais é que um número e um meio de troca ... você acredita na escassez das coisas que você iria comprar com esse dinheiro? Hmmm ..... não, não é? Você acredita que você não é digno de ter comida, abrigo, coisas boas ... bem, aí você pode ter um pouco de dificuldade então eu o encorajo a ter uma conversa - um longo e profundo conversar - com o seu Eu Superior, e guias. Eles vão orientá-lo na direção certa de acreditar que você é um ser divino que É - absolutamente - digno do que você deseja.

10. Torne-se um criador consciente.
 Você já é um profissional em manifestar. Você, em sua maior parte, inconscientemente, criou um padrão de existência com base em suas crenças. Não há nenhuma razão para que você não possa criar uma vida incrível, utilizando as técnicas adequadas. Tudo o que você precisa fazer é tomar o controle consciente de manifestar, em vez de retornar ao padrão de suas crenças antigas. Crie novas crenças, guie os seus pensamentos, emoções e visualização; sinta o prazer de assistir a sua imaginação se tornar realidade, eleve a sua vibração sendo feliz e amoroso, e veja os seus sonhos se tornarem realidade!"

Christie Marie Sheldon
Fonte:http://despertandodeuses.blogspot.com.br/

26 de outubro de 2015

Os chamados do Universo por Jeff Foster


"Os desastres, catástrofes, tragédias e choques em sua vida não foram erros, 
falhas ou punições do universo. 
O universo não premia ou castiga – não usa as regras humanas dualistas. Estes momentos difíceis foram chamados para o despertar, e fizeram com que você desacelerasse, fizesse um balanço da sua vida, parasse de se distrair ou se fazer indiferente, e a fazer perguntas profundas e muitas vezes difíceis sobre a realidade. Fizeram com que você voltasse a focar naquilo que realmente importa, voltasse a a se comprometer com o seu caminho de curiosidade e interminável investigação da forma.

Sem os desafios que você experimentou, sem as crises que você atravessou, sem a dor que você sentiu, não haveria o real entendimento da impermanência das coisas, e de certa forma você ainda acreditaria que o ego era o imperador supremo. 

A sua dor expôs as mentiras da supremacia do ego e da ilusão do controle. As suas lutas salvaram você de endurecer um sólido "eu", de torná-lo algo que você jamais seria.
Sob este prisma, não há erros, não há ‘problemas’, mas apenas desafios, chamados ao despertar e momentos de grande incerteza; apenas circunstâncias que estão desesperadamente ansiando por sua generosa atenção e amorosa presença. 

Não existem aberrações em sua vida - apenas intermináveis oportunidades para colocar novo foco em seu caminho, para relembrá-lo com convicção de quem você verdadeiramente é, para viver esta preciosa e frágil vida momento pós momento, e submergir cada vez mais profundo em maravilha e gratidão.(...)

Nós nomeamos tudo, incluindo a nossa própria experiência íntima. 'Tristeza', nós dizemos. 'Raiva'. 'Medo'. 'Frustração'. 'Alegria'. 'Tédio'. 'Saudade'. Mas as emoções são apenas energias em movimento, e além dos rótulos conceituais, sem as palavras, nós realmente não temos nenhum meio de saber o que estamos vivenciando. Retire o rótulo da 'tristeza', e que é isso? Retire a descrição da 'raiva', e o que é isso? 

Remover o conceito de 'tédio' e o que é essa nua e crua energia de vida que pulsa em você? Torne-se curioso. Permita que a sua experiência presente se torne totalmente fascinante. 

Pare de chamar a energia de 'positiva' ou "negativa', 'claro' ou 'escuro", 'certo' ou 'errado', e o que sobra? Volte para as sensações do corpo. Vida nua e crua. 

O palpitar do mistério. Formigamento, sensações vivas - irritação, tédio, entusiasmo, intensidade, oscilação - dançando na barriga, peito, pescoço, cabeça. Inseparáveis daquilo que você é. Íntimos. Sagrados. Tão presentes, 
vivos apenas neste momento."

Jeff Foster 
Fonte:http://ventosdepaz.blogspot.com.br/

O Mundo da Física Quântica: Tudo é Energia...


"Físicos prêmio Nobel provaram sem margem de dúvidas que o mundo físico é um grande mar de energia que pisca em milissegundos, repetidas vezes.
Nada é Sólido.
Este é o mundo da Física Quântica.

Eles provaram que os pensamentos é que colocam tudo junto e unem este campo de energia em constante mudança criando a “realidade” que vemos.

Então, por que vemos uma pessoa em vez de um aglomerado piscante de energia ?
Pense em um rolo de filme.
Um filme é uma coleção de aproximadamente 24 quadros por segundo. Cada quadro é separado por um intervalo. No entanto, por causa da velocidade com que um quadro substitui o outro, nossos olhos são enganados e pensamos que vemos uma imagem contínua e em movimento.

Pense na televisão.
Um tubo de TV é simplesmente um tubo com vários elétrons atingindo a tela de uma certa maneira, criando a ilusão de forma e movimento.

Isto é o que todos os objetos são de qualquer forma. O ser humano tem 5 sentidos físicos (visão, audição, tato, olfato e paladar).

Cada um desses sentidos tem um espectro específico (por exemplo, um cão ouve uma gama diferente de som do que o ser humano, uma serpente vê um espectro de luz diferente do que o ser humano e assim por diante).
Em outras palavras, o seu conjunto de sentidos percebe um mar de energia a partir de um certo ponto de vista limitado e forma uma imagem disto.

Ela não é completa, nem é precisa. É apenas uma interpretação.

Todas as nossas interpretações são baseadas unicamente no “mapa interno” da realidade que temos, e não na verdade real. Nosso “mapa” é resultado de experiências coletivas da nossa vida pessoal.

Nossos pensamentos estão ligados a essa energia invisível e eles determinam a forma que a energia vai assumir. Nossos pensamentos literalmente mudam o Universo de partícula em partícula para criar a vida física.

Olhe ao seu redor.
Tudo que você vê em nosso mundo físico começou como uma idéia, uma idéia que cresceu, que foi compartilhada e se manifestou, crescendo o suficiente até dar a ilusão de um objeto físico através de uma série de etapas.

Nós literalmente nos tornamos a maioria do que pensamos.
Sua vida se torna a maioria do que você imaginou e acreditou.
O mundo é literalmente seu espelho, permitindo-lhe experimentar no plano físico o que você pensa, sente e mantem como sua verdade… Até você alterá-la.

A física quântica nos mostra que o mundo não é a coisa rígida e imutável que parece ser. Em vez disso, é um lugar que está fluido continuamente, construído através dos nossos pensamentos individuais e coletivos.
O que nós pensamos na verdade é realmente uma ilusão, quase como um truque de mágica.

Felizmente nós começamos a descobrir esta ilusão e mais importante, como mudar isto.
O seu corpo é feito do que ?

Nove sistemas compreendem o corpo humano, incluindo o circulatório, digestivo, endócrino, muscular, nervoso, reprodutivo, respiratório, esquelético e urinário.
Que são compostos do que ?
De tecidos e órgãos.
Os tecidos e órgãos são feitos do que ?
Células.
As células são feitas do que ?
Moléculas.
As moléculas são feitas do que?
Átomos.
Os átomos são feitos do que ?
Partículas sub-atômicas.
As partículas subatômicas são feitas do que ?
Energia !

Você e eu somos a luz pura da energia em sua configuração mais bonita e inteligente. A energia que está mudando constantemente sob a superfície e você controla tudo isso com sua poderosa mente.

Você é um grande e poderoso ser humano estelar.

Se você pudesse se enxergar sob um poderoso microscópio eletrônico e realizar alguns experimentos em si mesmo, você poderia ver que é composto de um conjunto de energia em constante mudança na forma de elétrons, nêutrons, fótons e assim por diante.
Assim como é tudo em torno de você. A física quântica nos diz que é o ato de observar um objeto que faz com que ele esteja lá e passa a existir assim que começamos a observá-lo.

Um objeto não existe independentemente do seu observador ! Então, como você pode ver a sua observação, a sua atenção para alguma coisa, e sua intenção, literalmente cria essa coisa.
Isto é científico e comprovado.
O seu mundo é feito de espírito, mente e corpo.

Cada um desses três, espírito, mente e corpo, tem uma função que é única para ele e não compartilhada com o outro. O que você vê com os seus olhos e experimenta com o seu corpo é o mundo físico com o que chamamos de corpo. O corpo é um efeito, criado por uma causa.

Esta causa é o pensamento.
O corpo não pode criar. Ela só pode experimentar e ser experimentado… Que é a sua função original.
O pensamento não pode experimentar… O que ele pode fazer é criar e interpretar. Ele precisa de um mundo de relatividade (o mundo físico do corpo) para experimentar em si.

O espírito é o Tudo O Que É, o que dá vida ao pensamento e ao corpo.
O corpo não tem o poder de criar, ainda que de a ilusão de poder fazê-lo. Essa ilusão é a causa de muita frustração. O Corpo é puramente um efeito, mas não tem o poder de provocar ou criar.

A chave de toda esta informação é você aprender a ver o Universo de forma diferente de como você o ve agora, para que possa manifestar tudo o que você realmente deseja."

©John Assaraf
Fonte:https://portal2013br.wordpress.com/2015/07/27/o-mundo-da-fisica-quantica-tudo-e-energia/

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...