23 de fevereiro de 2015

ACEITAÇÃO: um elemento chave na Formula da Positividade ... por Miguel Lucas

 
"Um grande número de pessoas lutam com a autoaceitação, mas os que sofrem com a dor crónica, vício, ou outros problemas psicológicos graves incorrem em enormes desafios na área da aceitação. Por isso, a recuperação de tais condições, muitas vezes envolve o progresso em direção a ficar-se bem conosco mesmo. Por mais paradoxal que possa parecer, quaisquer que sejam as mudanças positivas que você quer fazer em sua vida, a aceitação de como e onde você está no momento presente é uma das chaves para avançar. (...)

ACEITAR O QUE NÃO PODEMOS MUDAR

O poder da aceitação como elemento fundamental para a positividade, pode verificar-se na oração da serenidade: 
Deus concede-me a serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar as coisas que posso, e sabedoria para saber a diferença.

Tudo que encontramos na vida, em última análise divide-se em duas categorias:

1 – Coisas que podemos mudar ou pelo menos ter alguma influência sobre.
2 – Coisas que não podemos mudar ou influenciar.

Se refletirmos mais aprofundadamente, podemos constatar que todas as nossas experiências, tanto internas como externas, se encaixam em uma dessas duas categorias básicas. Basta reconhecer em que grupo se encaixa o desafio que enfrentamos (seja ele físico, mental, emocional, espiritual, ou interrelacional) para tornar a nossa vida mais gerenciável.

Se o desafio é algo que não podemos mudar, por exemplo, como o fato de estar com dor ou as ações ou atitudes de outra pessoa, temos de aceitar isso, e o nosso foco deverá encaminhar-se para a melhor forma de facilitar a aceitação.
 Se, por outro lado, o desafio é algo que se pode mudar, por exemplo, a forma como conseguimos amenizar a dor que temos ou como estamos lidando com a pessoa que nos perturba, o problema passa a ser sobre o que precisamos mudar e como fazer as coisas acontecerem do jeito que pretendemos. É importante ressaltar uma conceito extremamente valioso:

Uma coisa que podemos sempre mudar (por mais difícil que possa ser às vezes) é o modo como reagimos ao que não podemos mudar.

Mas, como é que que podemos aceitar as coisas que não podemos mudar e mudar o modo como reagimos ao que não podemos mudar?
 Ambos incluem a adaptação da nossa maneira de pensar, a maneira como lidamos com as nossas emoções, e as ações que tomamos de acordo com ambas. A Fórmula da Positividade pode ser o seu grande trunfo.(...) Quando conseguimos permitir que os nossos sentimentos negativos simplesmente se manifestem em nós, aceitá-los sem agir reflexivamente e sem colocar qualquer catalogação neles, a sua intensidade diminui e nós experimentamos menos pressão para agir sobre eles.

Desta forma, a aceitação plena muda a natureza da relação que temos com os nossos pensamentos e emoções, ampliando a nossa capacidade de responder intencionalmente, em vez de reagirmos automaticamente e impulsivamente.
 Isso dá-nos a oportunidade de desenvolver as habilidades necessárias para co-existir mais pacificamente com o que não podemos mudar, e exercita-nos a escolha consciente acerca da forma como agimos (interna e externamente), quando apresentados com a necessidade de aplicarmos estratégias de aceitação.

Esta abordagem permite que a pessoa escolha o caminho que quer seguir, optando por trabalhar e comprometer-se com um conjunto de ações que o conduzam ao sentimento desejado, na maioria das vezes traduzido por: “Quero ser feliz “.

O termo Aceitação é um dos elementos chave da Fórmula da Positividade, na qual também está subentendido a ideia de compromisso com a ação. Ao incluir a aceitação da sua experiência interna na sua vida, isto permite que você consiga trabalhar na sua musculatura emocional, permite que você consiga ser mais resistente às suas experiências internas de mal-estar, entendendo-as como manifestações da realidade, colocando-se assim numa situação mais capacitada para acionar os seus recursos, construindo uma solução para os seus problemas.

A aceitação funciona como um antídoto à hipersensibilidade emocional, à hipersensibilidade dos sentimentos negativos. Se nos tornarmos mais cientes de como funciona a nossa mente, e porque razão sentimos as coisas que sentimos, ficamos mais aptos a podermos fazer uma opção de escolha. Ficamos mais aptos para escolhermos a possibilidade de sermos felizes."
Fonte:http://www.escolapsicologia.com/aceitacao-um-elemento-chave-na-formula-da-positividade

2 comentários:

  1. Olá, querida Mariângela
    Seja feliz e abençoada!!!
    Bjm quaresmal

    ResponderExcluir
  2. Obrigada amiga
    beijos carinhosos
    muita luz e amor para você!

    ResponderExcluir

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...